Skip to content

O começo da era

02/06/2011

Qualquer livro de Lair Ribeiro pode lembrar a você que basta um momento para se transformar uma vida. Aquilo que um coxinha corporativo paulista chama de turning point. Na história de um clube de futebol esses momentos acontecem com freqüência irregular. Tanto para o bem, inaugurando com pompa tempos de glória e sodomização de rivais, quanto para o mal – configurando a pedra fundamental de muitas humilhações.
No inconsciente coletivo rubro-negro estão presentes dois jogos que ilustram bem o que digo: a final do gol de Rondinelli e o Fla-flu do gol de barriga. O primeiro, em 1979, marcou definitivamente o começo da soberania flamenga frente ao planeta. A única coisa boa na década de 80. O segundo jogou sobre o reino de Zico uma zica que nem a presença do então maior artilheiro da Terra (Romário) e sua incrível média de 17 gols a cada 20 jogos conseguia resolver. Em quatro anos, apenas títulos cariocas (1996, invicto e 99). Quase nada em termos de Flamengo.
Já que esse é meu segundo post, por uma questão de coerência histórica, vamos falar do Vasco. Na próxima quarta teremos a oportunidade de ver nossa querida baranga, como bem define Arthur Muhlenberg, tentar –mais uma vez- fazer sua libertação da desagradável estigma de vice. A bem da verdade não servirá muito, já que se faz necessário que o Vasco vença o Flamengo para que a maldição se dissipe. Mas isso não vem ao caso, já que acho que o Vice seguirá seu destino natural.
A questão é: quando começou a nhaca do Vasco? Na semana passada comemoramos o gol do Pet, reconhecido pela maioria como data de lançamento do viceinato. Eu fazia coro, até assistir este vídeo. Reparem na postura do Vice antes do jogo e – principalmente, na profecia de Luiz Alberto.

http://www.video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1485930-7824-EM+FLAMENGO+VENCE+O+VASCO+POR+A+NA+FINAL+DA+TACA+GUANABARA,00.html

“O clássico da paz começa com a falta de cordialidade do Vasco”

A bola pune.

*Destaque também para a grande atuação de uma das feras que dá nome ao blog.

Gabriel Campos vai gargalhar na próxima quarta-feira

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: